sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

Mangas - desenhos japones

Para os japoneses, anime é tudo o que seja desenho animado, seja ele estrangeiro ou nacional. Para os ocidentais, anime é todo o desenho animado que venha do Japão. A origem da palavra é controversa, podendo vir da palavra inglesa animation ("animação") ou da palavra francesa animée ("animado"),[1] versão defendida por pesquisadores como Frederik L Schodt[2] e Alfons Moliné.[3] Ao contrário do que muitos pensam, o animê não é um género, mas um meio, e no Japão produzem-se filmes animados com conteúdos variados, dentro de todos os géneros possíveis e imagináveis 



Uma boa parte dos animes possui sua versão em mangá, os quadrinhos japoneses. Os animes e os mangás se destacam principalmente por seus olhos geralmente muito grandes, muito bem definidos, redondos ou rasgados, cheios de brilho e muitas vezes com cores chamativas, para que, desta forma, possam conferir mais emoção aos seus personagens. Animes podem ter o formato de séries para a televisão, filmes ou OVAs.
No Japão, os animes são lançados em três formatos:


* Série de televisão: transmitido pela televisão aberta ou paga, e geralmente, com o fim da série há o lançamento do DVD ou VHS. Comparado com filmes e OVAs, a qualidade da imagem pode ser muito menor por ter um orçamento distribuído em um grande número de episódios. Muitos títulos apresentam 13 ou 26 episódios com duração de 23 minutos. Na maioria das vezes, possuem créditos iniciais e finais, cenas curtas que anunciam o início e o fim do intervalo comercial e prévia do episódio seguinte.


* Filme: exibidos em cinemas e, mais tarde, lançados em DVD, ou, em alguns casos, em canais pagos. Geralmente apresentam a qualidade de vídeo e o orçamento mais alto. Muitos animes são unicamente lançados em filmes. No entanto, há casos em que os filmes são na verdade uma edição minimizada da série de televisão.


* OVA ou OAV (sigla de Original Video Animation): é o anime produzido para ser vendido em DVD e VHS e não para ser exibido na tevê como uma série. Assim como filme, depois de algum tempo, o OVA pode passar em canal fechado também. Normalmente são mais curtos que os filmes e possuem mais de um episódio.
     

Os quadrinhos japoneses surgiram em 1814, nos traços de Katsuhika Hokusai, o precursor do que viria a ser o mangá. Seus desenhos raramente eram acompanhados de narrativas. E o boom dos mangás no Japão se deu após a Segunda Guerra Mundial, em 1945.


Hoje existem mangás para todos os gostos: para os garotos adolescentes (shonen), garotas adolescentes (shojo) ou adultos (eróticos). "Os best sellers normalmente são os do estilo shonen, voltado para meninos", diz Júlio Moreno, diretor geral da editora JBC.


No Brasil, as histórias voltadas para garotas fazem sucesso, como Love Hina, A Princesa e o Cavaleiro, mas ainda estão longe de ultrapassar as vendas de mangás para garotos. "A tendência é de grande crescimento para os quadrinhos femininos. N


SEGUEM ABAIXO, ALGUMAS FOTOS DE MANGAS













Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário